Transporte escolar: melhoria na gestão e economia financeira

25/02/2019 | Conviva Educação

O transporte escolar é uma das áreas sob responsabilidade das secretarias municipais de educação que mais geram impacto: tanto para os estudantes, que contam com sua eficiência para frequentarem as escolas, quanto para a prefeitura, já que o setor movimenta substanciais recursos humanos e financeiros. Uma gestão do transporte feita com qualidade, portanto, é essencial para toda a comunidade. Sabendo disso, no Conviva existe a área de conteúdo (com texto e links) e três ferramentas para apoiar o trabalho das equipes:

Rotas do Transporte Escolar

Gastos com Transporte

Veículos

Em 2018, a gestão do transporte escolar de quatro municípios foi avaliada por uma equipe de pesquisadores contratada pelo Conviva Educação. Foram eles: Três Rios (RJ), Igarassu (PE), Maurilândia de Tocantins (TO) e São Jerônimo (RS). A intenção foi verificar a influência do Conviva na gestão da educação em municípios que fazem uso das ferramentas da plataforma ligadas ao transporte.

O critério de escolha também incluiu o fato de estarem localizados em diferentes regiões do país e possuírem perfis populacionais distintos. “Durante três meses, a equipe de pesquisadores entrevistou dirigentes, gestores responsáveis pelo transporte escolar e por registrar os dados no Conviva, analisou documentos, processos e valores, e agora nos fornece um retrato da área.

Pela primeira vez, temos evidências científicas sobre os benefícios financeiros que o Conviva traz para a gestão da educação”, conta Anita Stefani, gestora da plataforma. Como resultado, verificou-se que as quatro localidades apresentaram melhora na gestão do transporte escolar depois que passaram a utilizar as ferramentas do Conviva, e dois municípios apresentaram também evidências de economia financeira (conheça o resumo executivo e os resultados da pesquisa na íntegra, acessando a Biblioteca do Conviva).

Além desses, outros 59 municípios cadastrados na plataforma participaram de uma pesquisa quantitativa. Cerca de 60% afirmou ter realizado alguma mudança na gestão do transporte motivado pelo Conviva, principalmente em relação à organização dos documentos. Apontaram também aumento do número de alunos atendidos, rotas mais rápidas e ainda economia de combustível.

Muitos avanços foram dados, mas há sempre muito trabalho pela frente! Veja o contexto de trabalho e os planos dos municípios para vencer os desafios da gestão, nos vídeos elaborados por cada uma das equipes:

 

O município de Três Rios, no Rio de Janeiro, alcançou economia anual de R$ 80.872,32

A equipe de Hélida Mendes de Medeiros Siqueira, Dirigente Municipal de Educação de Três Rios (RJ), foi uma das finalistas da ação de Reconhecimento do Conviva em 2017 com uma iniciativa relacionada à gestão da alimentação escolar (conheça neste texto da área de Experiências do Conviva e neste vídeo).

O trabalho com transporte escolar também surpreendeu. A economia de R$ 80.872,32 em 2018 é equivalente aos custos de seis alunos do ensino fundamental em anos iniciais em período integral (de acordo com os valores estipulados no Caqi), o que representa 0,12% dos gastos com educação nesse município em 2017.

Assista ao vídeo abaixo e veja o depoimento da equipe da prefeitura:

 

Maurilândia do Tocantins, no Tocantins, registrou economia anual de R$ 182.165,04

A equipe de Leda Maria Brandão Leite, Dirigente Municipal de Educação de Maurilândia do Tocantins (TO), foi uma das finalistas da ação de Reconhecimento do Conviva em 2017 (conheça a iniciativa aqui, na área de Experiências do Conviva e neste vídeo). Na época, mostraram de que forma organizaram o transporte para garantir a presença dos estudantes residentes da zona rural nas escolas. Na pesquisa realizada em 2018, foi possível verificar a economia de R$ 182.165,04, o que é suficiente para manter 13 alunos do ensino fundamental em anos iniciais em período integral (de acordo com os valores estipulados no Caqi), o que representa 4,5% dos gastos com educação no município em 2017.

Assista ao vídeo abaixo e veja o depoimento da equipe da secretária:

 

A secretaria de São Jerônimo, no Rio Grande do Sul, melhorou o atendimento prestado aos estudantes

A equipe de Maria Nazaré Dias Dornelles, Dirigente Municipal de Educação de São Jerônimo (RS), identificou a necessidade de redefinição das rotas dos veículos para diminuição do tempo dos alunos durante os deslocamentos. Cerca de metade dos estudantes são atendidos por esse sistema, mas só foi possível organizar os trajetos de fato e melhorar a prestação do serviço quando as rotas foram traçadas no mapa.

Assista ao vídeo abaixo e veja o depoimento da equipe da secretária:

 

O município pernambucano de Igarassu agora tem novas rotas do transporte

A equipe de Andreika Asseker, Dirigente Municipal de Educação de Igarassu (PE), tem melhorado a gestão do transporte como um todo, aperfeiçoando os deslocamentos e o número de paradas para dar mais conforto aos alunos. Utiliza no Conviva a ferramenta de Gastos com Transporte para registrar as despesas do setor, a ferramenta de Veículos para fazer o registro dos automóveis oficiais, caminhões de manutenção e ônibus escolares, e a de Rotas do Transporte Escolar para organizar os trajetos feitos pelas empresas terceirizadas ou diretamente pela secretaria.

 

Veja os benefícios que essas ferramentas podem oferecer e como elas estão relacionadas a outras áreas do Conviva:

A ferramenta de Rotas do Transporte Escolarque possibilita ao município mapear as rotas oferecidas à rede, possibilita criação de trajetos mais curtos, diminuindo o tempo de deslocamento dos estudantes, além de evitar hora extra desnecessária do serviço de motorista e inibir contratos de transporte com rotas mais longas. Para utilizá-la em todo o seu potencial, é necessário que a Secretaria Municipal de Educação também cadastre os veículos (ferramenta de Veículos), os alunos (na ferramenta de Estudantes) e os motoristas/monitores (na ferramenta Profissionais). Dessa forma, a Secretaria tem melhor visibilidade dos trajetos acordados e demais dados das rotas.

A ferramenta de Gastos com Transporte Escolar possibilita o acompanhamento e monitoramento permanente dos gastos com transporte, sendo eles despesas fixas (com pessoal, administrativos, com recursos e materiais) e despesas variáveis (combustível, rodagem, lubrificantes etc.). Ao lançar os gastos referentes ao município, é possível a equipe da secretaria ter maior visibilidade do aproveitamento dos recursos, evidenciando despesas atípicas, além de permitir avaliar custo-benefício de terceirizações ou provisão do serviço pela própria secretaria. A ferramenta pode ter uso complementar à de Receitas e Despesas, com o registro dos repasses para a área.

Na ferramenta Veículos é feito o cadastro da frota gerenciada pela Secretaria Municipal de Educação, seja ela própria ou terceirizada. Os municípios têm facilmente os dados dos veículos, como capacidade de alunos transportados, ano de fabricação do veículo, registro das manutenções e custos de cada um dos veículos. Isso possibilita maior controle sobre as informações cadastrais e gestão da manutenção, como tempo do veículo em oficina, troca de peças ou do próprio veículo.

 

Notícias Relacionadas