Importe os dados do Educacenso para o Conviva!

13/02/2019 | Conviva Educação

Neste momento, é possível as secretarias municipais de educação acessarem o sistema Educacenso terem acesso à planilha que reúne as informações da Matrícula Inicial 2018, o que pode ser utilizado no seu dia a dia na plataforma Conviva.

Funciona assim:

- As secretarias acessam o Educacenso entre 4 de fevereiro e 20 de março ou entre 1 e 15 de abril. Utilizando o perfil de “superusuário”, fazem a exportação da planilha com os dados da Matrícula Inicial e salvam o arquivo em seus computadores (veja mais explicações abaixo);

- Em seguida, entre 13 de fevereiro e 28 de maio, realizam a importação desses dados na ferramenta de Importação do Educacenso do Conviva (veja mais explicações abaixo).

Com isso, as equipes têm a possibilidade de ter os dados oficiais na plataforma e ver registrados os dados da Matrícula Inicial (o que não inclui os dados de aprovação, reprovação e transferência) nas ferramentas de Estudantes, Profissionais, Escolas e Matrículas de forma completa.

 

Neste link, acesse a reportagem em que respondemos as dúvidas mais frequentes. No vídeo abaixo, verifique de que forma ocorre esse processo entre o Sistema Educacenso e a plataforma Conviva:

 

Os benefícios de ter os dados da matrícula inicial do Censo Escolar 2018 no Conviva

- Com os dados de escolas, estudantes e profissionais completos, fica mais fácil usar outras ferramentas do Conviva, como a de Rotas do Transporte Escolar, por exemplo, intensificando o trabalho da secretaria em outras áreas de gestão;

- Se no seu município há cadastrados no Conviva lotados em escolas, passa a ser mais ágil o gerenciamento, por esses profissionais, das informações da respectiva unidade escolar;

- Sua equipe trabalha em uma única base de dados, sem divergência de informações;

- O conjunto de dados disponíveis é amplo, o que permite análises de acordo com o contexto do município. Depois da importação feita, é interessante mobilizar sua equipe para refletir sobre eles;

- As evidências muitas vezes deixam claros problemas antes não perceptíveis. Ao identificá-los, planeje as próximas ações.

No vídeo abaixo, veja depoimentos de secretarias de educação que importaram o Educacenso para o Conviva: 

 

Exportação dos dados no site do Educacenso

Para ter os dados oficiais no Conviva, é necessário cumprir algumas etapas. Além disso, são diferentes os prazos de exportação no sistema Educacenso e o de importação do Conviva. Não deixe para a última hora! Aproveite as indicações abaixo para realizar esses passos com tranquilidade:

- O prazo para exportação da planilha no sistema do Educacenso é entre 4 de fevereiro e 20 de março e entre 1 e 15 de abril;

- Identifique o profissional de sua secretaria com acesso de “superusuário” no sistema Educacenso. Em caso de dúvidas sobre quem tem esse perfil de uso, procure pelo coordenador estadual do Censo Escolar (encontre o contato correto clicando aqui);

- Com os dados do “superusuário”, acesse o site do Educacenso neste link. Neste manual e neste arquivo de orientações você verifica detalhes sobre como encontrar o arquivo no ambiente e como fazer o download (isso é, que ele seja baixado para seu computador);

- Parabéns: a primeira etapa foi concluída! Guarde o arquivo de forma segura para que seja utilizado em seguida.

 

Importação do Educacenso para o Conviva

Uma recomendação é que a secretaria de educação decida o responsável pela importação dos dados para ter controle do processo. Se sua equipe já utiliza as ferramentas de Profissionais, Escolas e Matrículas e Estudantes do Conviva, preste atenção em como preparar as informações registradas antes de fazer a importação dos dados:

1) Confira o CPF dos Profissionais cadastrados na ferramenta de Profissionais;

2) Em Estudantes, preencha o campo identificação única do aluno (Inep) corretamente;

3) Ajuste o nome das unidades escolares em Escolas e Matrículas de acordo com o nome declarado no Censo

4) Se já tiver turmas de 2018 cadastradas, preencha o campo Código de escola – Inep corretamente;

5) Exporte os dados das ferramentas de Estudantes e Profissionais para ter um backup dos registros.

 

Com os dados organizados, acesse a ferramenta de Importação do Educacenso entre 13 de fevereiro e 28 de maio e siga as instruções. Veja quais dados serão e não serão incluídos na plataforma:

1) São Importados os dados de Matrícula inicial: alunos, turmas, escolas e profissionais;

2) Dados de aprovação e transferência dos alunos não são importados.

 

Tire suas dúvidas!

Os recursos de ajuda da ferramenta de Importação do Educacenso foram elaborados para esclarecer suas questões. Clique no botão laranja da página, em que há escrito a pergunta “Podemos ajudar?” ou abaixo, diretamente nos links abaixo:

Página de introdução

Tutorais em vídeo

Dúvidas Frequentes

Também elaboramos dois outros materiais, disponíveis na Biblioteca, para te ajudar:

Manual

Arquivo de orientações

Lembre-se: o articulador ou a articuladora responsável pelo atendimento em seu estado estão à disposição para te apoiar, assim como nosso atendimento via email (contato@convivaeducacao.org.br) e Whatsapp (tel. 21 98298-2013).

Atenção! Se você importou os dados do Censo Escolar 2017 no ano passado, leia estas instruções:

Em 2018, 1.231 municípios brasileiros já fizeram a importação dos dados do Censo Escolar 2017. Se foi o seu caso, não é recomendado sua secretaria de educação realizar nova importação. Aproveite que as ferramentas de Estudantes, Profissionais e Escolas e Matrículas já estão preenchidas e, no dia a dia:

- Atualize as informações dos estudantes e profissionais;

- Encerre as turmas dos anos passados e rematricule-as para 2019;

- Com esses dados já na sua base, utilize outras ferramentas com mais facilidade, como a de Rotas do Transporte Escolar, Estoque e Cardápios.

Se mesmo assim sua equipe decidir fazer a importação, desta vez do Censo Escolar 2018, escreva para contato@convivaeducacao.org.br solicitando.

 

Dados sempre atualizados

Ao fazerem a importação do Educacenso, os municípios têm um retrato das informações de sua rede. Para que os dados estejam sempre em dia, a secretaria pode se organizar para atualizar as ferramentas de estudantes, profissionais, escolas e turmas de forma cotidiana. Compartilhar essa responsabilidade com as escolas cadastradas no Conviva ou dividir a função entre os componentes da equipe da secretaria são possíveis formas de organização.

 

Avanços importantes nos municípios que utilizam dados oficiais

Em 2018, as secretarias de educação de Jaciara (MT), Porto Grande (AP), Ponta Porã (MS) e Campos Novos (SC) nos contaram sobre o processo de importação dos dados do Educacenso, conforme você lê nesta reportagem. Outras localidades viram o potencial de ter os dados de estudantes, profissionais, escolas e turmas preenchidos por completo para seus planejamentos e ações. Foi o caso das experiências de Santiago (RS) e Bento Gonçalves, registradas neste texto, e neste de Valparaíso de Goiás (GO), que atingiu melhorias no IDEB, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica.

 

Reportagem publicada em 13/02/2019 e atualizada em 1/04/2019

Notícias Relacionadas