Carregando

4ª Ação de Reconhecimento

Limoeiro do Norte/CE

PLATAFORMA CONVIVA: Uma ferramenta de transformação e melhoria dos resultados educacionais no município de Limoeiro do Norte-Ce.

Maria de Fátima Holanda dos Santos Silva

A Secretaria da Educação Básica tem como missão desenvolver ações que possibilitem o ensino de qualidade na rede pública. Contudo, compreendemos que são diferentes fatores que interferem e influenciam nos processos de ensino e de aprendizagem dos estudantes e, portanto, devem ser tratados em conjunto na implementação das políticas educacionais. Os dados das provas externas vinham, a cada ano, mostrando uma grande defasagem de Língua Portuguesa e Matemática do Ensino Fundamental I e II. Considerando a nossa colocação no ranking oficial da 10ª Crede (Coordenadoria Regional de Ensino) como penúltimo lugar nos índices educacionais, havia um desconforto na credibilidade do Ensino público limoeirense e uma desvalorização da categoria docente no desenvolvimento das ações pedagógicas.

Fortalecer uma política de qualidade educacional e melhorar o processo ensino aprendizagem dos nossos alunos, de fato, tornou-se uma prioridade no nosso plano de governo municipal, tornando necessário, assim, um planejamento de ações que facilitassem a aprendizagem dos educandos. Percebíamos a dificuldade dos professores em realizar ações direcionadas às intervenções dos alunos por não saber fazer um monitoramento correto e prático das competências e habilidades necessárias. Nossos gestores escolares não tinham diagnósticos reais da realidade pedagógica de suas escolas. Muitos deles não tinham o hábito e nem o conhecimento técnico sobre análise de dados e índices educacionais para elaborar suas estratégias e metas para a superação dos desafios.

Para completar, sentíamos que a Secretaria de Educação estava um pouco perdida em meio a essas dificuldades da rede. Então elencamos como meta nos debruçarmos sobre os Indicadores Educacionais e, a partir das informações, planejar ações e tomadas de decisões. Conhecendo a plataforma Conviva, percebemos o caminho para percorrer esse processo.

Após a formação sobre o uso da Plataforma Conviva em nosso município, passamos a instigar a equipe técnica da secretaria de educação a se apropriar de várias ferramentas e delimitar as funcionalidades prioritárias que pudessem colaborar para reverter nossas fragilidades educacionais. Passamos a preencher os dados necessários e automaticamente a plataforma atualizou outras abas, o que nos permitiu um retrato fiel do nosso município. Com a importação do Censo Escolar, muitas informações foram usadas para a análise dos índices educacionais. Passamos a explorar a ferramenta dos Indicadores Educacionais, que exibe dados oficiais e dos registros realizados pela a equipe técnica na própria plataforma conviva. As informações obtidas nessa ferramenta possibilitaram o planejamento de ações e apoio nas tomadas de decisão. A partir da visão geral do IDEB, tivemos uma visão panorâmica do rendimento da rede municipal, porque pudemos enxergar de forma clara e detalhada o percentual de aprovação, reprovação, abandono e distorção série-idade. Um outro dado relevante foi ver de forma prática e real o percentual da proficiência dos alunos em Língua portuguesa e Matemática. Assim foi possível monitorar o nível de aprendizagem dos nossos alunos, identificando quantos tínhamos no nível insuficiente, básico e avançado.

Qual foi o diferencial disso? A fluidez desses dados inseridos em um próprio local, sem precisarmos fazer cálculos ou realizar pesquisas em outros espaços, o que agilizou nossas análises e nos proporcionou realizar um planejamento de forma prática e decisiva na elaboração das ações. Nós nos apropriamos da seção que nos dava um painel com todas as escolas da rede municipal e os filtros nos permitiram buscar unidades com características específicas usando combinações de variáveis. Nos planejamentos pedagógicos nossa equipe utilizava esses filtros para obter informações sobre as escolas que precisavam de atenção prioritária, criando um Plano de ação para colocar as ideias em prática. Quando clicávamos no nome de cada escola conseguíamos acessar detalhes e mais indicadores oficiais.

 

Para um resultado mais sistemático e ativo da nossa proposta pedagógica, foi necessário envolver os integrantes da SEMEB, gestores escolares, grupo docentes, pais, alunos, funcionários e comunidade escolar. Era necessária a participação de todos com o mesmo propósito para reverter nossos índices educacionais. O trabalho foi iniciado na secretaria de educação: propusemos várias reuniões de planejamento com a equipe técnica da secretaria e sugerimos que cada setor fosse alimentando as informações mais pertinentes em cada área de trabalho. Isso foi transformando a plataforma em um instrumento de arquivos importantes para a dinamização das atividades e práticas pedagógicas nas escolas.

Também encontramos de forma clara, organizada e prática os dados importados do Censo Escolar. Neste mesmo espaço da plataforma sugerimos para a técnica responsável do Censo Escolar que, sempre que fosse interrogada ou questionada sobre dados variados – como os referentes à quantidade de escolas ativas, número de alunos, funcionários das escolas, professores, número de turmas etc –, que recorresse à plataforma, pois tudo estava arquivado lá.

Com isso, fomos descentralizando algumas informações e facilitando a vida de muitos profissionais na busca de dados específicos a gestão educacional do município. Antes de utilizarmos a Plataforma Conviva, o setor pessoal da SEMEB tinha que fazer as buscas manualmente, procurando nos arquivos impressos e contabilizando todos os dados na calculadora, o que gerava perda de tempo e de prazos importantes na entrega de relatórios. Com maior rapidez na secretaria de educação, as equipes escolares também foram beneficiadas com a agilidade de informações. Os gestores escolares participaram de capacitações para melhorar suas práticas pedagógicas nas escolas a partir da consolidação dos dados e estatísticas realizadas pela Plataforma Conviva. Com a elaboração dos planos de ações para cada escola, a comunidade escolar (professores, alunos, pais, funcionários e gestores) tinha como meta desenvolver as ações propostas, e melhorar os índices educacionais do município. Só a união de todos poderiam fazer isso acontecer!

 

A ação de fortalecimento e desenvolvimento da gestão municipal de Limoeiro do Norte com o uso do Conviva foi iniciada com a primeira capacitação do articulador da plataforma até o momento atual, como uma ação permanente de mudanças e melhorias em nossa gestão.

A cada dia somos instigados a nos aperfeiçoar na riqueza de detalhes e ferramentas operacionais de uma engrenagem de informações, dados, leis, documentos, planos, ideias, sugestões, estatísticas e planilhas, entre outros. Nesse sentido, a equipe técnica da SEMEB está sempre se reunindo para rever ferramentas, abas, vídeos, documentos e novidades que surgem na plataforma e que de algum modo nos propicie melhores condições de trabalho. As capacitações internas e nas escolas, expandem-se em oportunidades de otimização de resultados. Vale ressaltar que a nossa ação planejada com o uso do Conviva tornou-se o ponto de partida para inúmeras outras ações propostas em nosso planejamento: sabemos as metas que devem ser atingidas.

Cada estratégia realizada foi alimentando uma cadeia educacional de ícones importantíssimos. A ação de melhorar os índices educacionais de Limoeiro do Norte através da Plataforma Conviva tornou-se uma prática institucionalizada quando obtivemos êxito nas estratégias utilizadas. Percebemos que embora tenhamos conseguido melhorar os resultados das avaliações externas de 2018, em 2019 estamos desenvolvendo novas estratégias com a utilização da ferramenta dos indicadores.

Dessa forma, acreditamos ser possível replicar essa ação em contextos similares. Para isso é necessário engajamento, envolvimento, compromisso e planejamento das equipes.

A ação realizada a partir dos indicadores educacionais exige tempo, vontade, garra, determinação e muita ousadia de analisar esses dados indicadores e criar estratégias que busquem o envolvimento de toda a rede municipal para se dedicar a uma mesma ideia e desenvolver as ações propostas.

A Plataforma Conviva foi um divisor de água para a nossa gestão municipal. Sabíamos de toda a adversidade que nos aguardava quando assumimos a secretaria de educação em 2017. Escolas sucateadas, baixos índices educacionais e professores desmotivados, entre outros. Faltava-nos informações precisas, organização de dados, foco em ações pedagógicas, melhoria nas estruturas físicas das escolas, investimentos em equipamentos e materiais didáticos. Foi graças a todo o percurso já mencionado na plataforma Conviva que reorganizamos nossa rede e projetamos um futuro mais promissor na aprendizagem dos alunos. Antes de fazer uso da plataforma não conseguíamos visualizar um panorama tão crítico de nossos dados. Foi a partir das leituras, reflexões, análises e discussões com a equipe sobre esses dados, que estão organizados de forma tão harmoniosa, fizemos um planejamento com estratégias e metas a serem superadas por todos, repercutindo no crescimento e evolução dos nossos índices educacionais e elevando as matrículas.

Os gráficos da seção dos indicadores na plataforma nos deram mais informações para o planejamento da gestão educação do nosso município. Verificando os relatórios sobre gastos com a alimentação escolar, percentual sobre o total de veículos cadastrados, tipos de frotas, e muitas outras informações, conseguimos gerenciar, monitorar e elaborar um planejamento mais fiel da nossa gestão, facilitando os transmites legais e jurídicos do nosso município.

Com o controle melhor dos investimentos foi possível eleger prioridades orçamentárias e focar nas necessidades básicas que poderiam impactar no rendimento dos nossos alunos, como a doação de fardamento e material escolar para os alunos da rede municipal. Com o bom planejamento das ações didáticas, melhorias nas estruturas físicas das escolas, investimentos em recursos pedagógicos, formações com os professores e gestores escolares, envolvimento das famílias nas escolas, conseguimos melhorar nossos resultados e elevar nossos índices educacionais, fazendo-nos sair de 11ª posição do ranking regional em relação aos resultados das avaliações externas para o 6º lugar na região. Isso fortaleceu a nossa educação pública municipal, uniu forças na busca contínua de melhorias. Tornamo-nos referência para outros municípios, e saímos de uma situação muito crítica. E isso só foi possível pelo apoio da Plataforma Conviva.

Contínua (ação permanente)
Em andamento

O município de Limoeiro do Norte conta atualmente com 22 escolas ativas, com um total de 7.0338 alunos nos turnos manhã e tarde, da Educação Infantil ao Ensino Fundamental (1º ao 9º ano). Dentro dessa realidade, conta-se com 261 professores efetivos, e um total geral de 413 servidores públicos. O Município não possui um sistema próprio de avaliação, ficando mais ao critérios das escolas desenvolverem essa sistemática de acompanhamento da aprendizagem. No entanto, a Secretária de educação faz o monitoramento desses resultados através das visitas nas escolas, e acompanhamento com os professores. São realizadas formações mensais com os professores por área, com foco nos descritores e habilidades das avaliações externas. Também desenvolvemos encontros e formações com os gestores escolares, a fim de orientar, planejar, a avaliação, e a gestão das escolas. O organograma da secretaria se divide na seguinte forma: Setor pessoal e administrativo com três técnicos responsáveis, pelas informações dos funcionários, cadastro, lotação, atestados médicos, licenças, entre outras peculiaridades. Esse setor também é responsável pela expedição de ofícios e documentos oficias da secretaria municipal de educação, e gerenciamento da folha de pagamento dos servidores, e outras despesas, que são encaminhados para o setor contábil da prefeitura. Temos também o Setor da alimentação escolar, com dois nutricionistas, e dois técnicos administrativos que alimentam o sistema, e a distribuição da merenda escolar. Contamos com o setor dos transportes escolar, com um coordenador geral, e uma técnica responsável. No Setor Pedagógico, temos uma técnica que fica responsável pelos sistemas do FNDE, PAR, entre outros programas importantes do Governo Federal. Contamos o setor do Censo Escolar, com uma supervisora que coordena o processo do Censo Escolar do município, e na supervisão, são distribuídas 06 técnicas responsáveis pelas formações e acompanhamento pedagógico nas escolas. Temos também a Gerente municipal que coordena o Programa PAIC (Programa de Aprendizagem na Idade Certa), e uma supervisora da Educação Inclusiva. Uma técnica no almoxarifado para o controle de entrada e saída das mercadorias na secretaria de educação, e setor de manutenção técnica nas escolas (05 técnicos). Em síntese, a secretaria municipal de educação está estruturada dessa forma, e um dos grandes desafios enfrentados na gestão, é uma equipe reduzida para uma diversidade de programas, ações e atividades.

 

Pedagógica
Administrativa
Estrutura e Documentação
Pessoas
Relacionamento entre SME e Escolas
Transporte Escolar
Alimentação Escolar
1896 Votos